3 sucos detox perfeitos para o pós carnaval

Eaí, como foi seu feriadão de carnaval? PESADO? Daqueles que não saiu do bloquinho com uma latinha na mão? Ou então, não saiu da frente da TV e da porta da geladeira? Tamo junto! hahaha na volta à rotina é normal se sentir pesado, mas trouxe três receitas de sucos detox para você testar aí na sua casa e depois me contar como se sentiu após beber pelo menos um deles!

Verdinho Detox

1 folha de couve
Suco de 1/2 limão
1/2 pepino salada sem casca
1 maçã vermelha sem casca
150 ml de água de coco

Laranja Detox

1 folha de couve
1 cenoura pequena em rodelas e sem casca
1 laranja sem casca
2 lascas de Gengibre
150 ml de água

Detox Refrescante

1 folha de couve
100 ml de agua
1 rodela grande de abacaxi
Meio pepino
1 lasca de Gengibre

Modo de Preparo: 

O modo de preparo de todos é o mesmo, bater todos os ingredientes no liquidificador. Você pode peneirar o suco se quiser, mas eu prefiro não peneirar e manter todas as fibras e nutrientes dos ingredientes.

Ah, e por favor não adoce os sucos. Beba pela manhã!

Espero que tenha gostado, um beijo <3

Febre amarela: Vacina e Seguro Viagem

A gente sabe sobre o surto de febre amarela que aos poucos está se espalhando pela região Sudeste e outros cinco estados do país. Não é apenas para quem está em áreas de risco o dever de ser vacinado contra a doença, mas também quem viajará para fora do Brasil nos próximos meses, dependendo do país a ser visitado. A apresentação do certificado que comprova a prevenção já é obrigatória em mais de 100 destinos ao redor do mundo e, com o alerta, a lista não para de crescer, como o Paraguai, que aderiu à regra em fevereiro. Eu fui pro Peru em 2017 e tive que tomar a dose completa, retirar o certificado e apresentar ao entrar no país.

É essencial se informar sobre as exigências dos países com relação à saúde, ok? Nesse momento de cuidados em relação à febre amarela, o CIVP (Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia) merece ainda mais atenção. Não ter o documento, que confirma a vacinação contra esta e outras doenças, pode impedir que brasileiros pisem em território estrangeiro. Cada país tem suas restrições específicas e o ideal é que o viajante consulte o site da Anvisa, onde elas estão listadas. É bom ficar atento, pois, com o recente surto, países que antes não exigiam o documento passaram a pedir, como Paraguai, Panamá, Nicarágua, Venezuela, Costa Rica, Equador e Cuba. Para emitir o certificado, é necessário agendar um horário no órgão e levar carteira de vacinação e um documento de identificação. Ainda, é bom lembrar que a OMS (Organização Mundial de Saúde) obriga que se tome a dose única integral da vacina, não a fracionada, e que o efeito passa a valer depois de 10 dias. Para solicitar a dose única, caso o posto de saúde esteja dando apenas a fracionada, é só levar sua passagem comprada, e informar que é por conta da viagem.

Falando em viagem, acidentes e outras coisas ruins podem acontecer em qualquer lugar, mas quando se está fora do país é mais complicado lidar com as dificuldades burocráticas e financeiras. Uma boa saída é fazer um seguro viagem, que pode cobrir desde assistência médica hospitalar até indenização em caso de bagagem extraviada. O preço do serviço – que engloba também seguro de vida, repatriação, assistência odontológica e farmácia – varia conforme os limites de coberturas.

Eu sempre recomendo o mesmo Seguro de Viagem: EASY SEGURO DE VIAGEM, e você ainda ganha desconto de 15% no SEGURO VIAGEM com o código CABIDE15OFF no site www.easyseguroviagem.com.br

Espero que você tenha gostado das dicas de hoje!

Um beijo.

Viagem a El Calafate – Ushuaia

Fomos conhecer El Calafate, uma cidade pequena na província de Santa Cruz que faz fronteira com o Chile. A cidade fica aos pés do maior lago do país, o Lago Argentino. El Calafate tem esse nome devido a um arbusto muito presente em toda Patagônia, é uma planta de flores amarelas e frutos arroxeados que lembra bastante o blueberry e servem para fabricação de sorvetes, geléias, licores e doces.

Foto: El Calafate

A principal atração da cidade é o famoso Glaciar Perito Moreno localizado no Parque Nacional Los Glaciares. O parque fica a 85km do centro da cidade e pelo caminho se vê a Cordilheiras dos Andes. Durante o trajeto tivemos uma guia muito receptiva que nos contou um pouco sobre a região.

Antes de chegar ao Parque, fizemos uma parada para ver Glaciar de longe, e é simplesmente maravilhoso! A geleira é formada pela compactação da neve através da gravidade ao longo do tempo. Nesta região da Argentina existem outros glaciares como o Upsala e o Viedma, mas a popularidade do Perito Moreno é maior por ser de fácil acesso.

O parque nacional é muito organizado e tem 7 km de passarelas que chegam muito perto da parede enorme de gelo que tem 5 km de frente e em média 60 m de altura. Parte das passarelas é para apreciar a vegetação ao redor, que é muito rica. Além do passeio pela passarela é possível realizar um passeio de uma hora em um barco que chega bem próximo da geleira, mas eu e minha mãe optamos apenas andar pelas passarelas que oferecem também uma vista incrível. Todos o visitantes ficam atentos para o momento mais esperando que é o barulho do gelo caindo na água, a expressão é de espanto e admiração ao mesmo tempo.

Depois de conhecer e encantar com toda a beleza que El Calafate nos ofereceu, seguimos viagem para a cidade do fim do mundo: Ushuaia. Antes de chegar em Ushuaia você já se apaixona com a vista da Cordilheira dos Andes da janela do avião.

Ushuaia fica aos pés da Cordilheira e tem um pouco mais de 50 mil habitantes mas não é por ser uma cidade pequena que não deixa de ter uma história interessante e lindos lugares. É conhecida como Terra do Fim do Mundo por ser a última cidade da América do Sul e é considerada a porta de entrada para a Antártida. Como a cidade é muito fria mesmo na época do verão, antigamente os povos indígenas acendiam fogueiras na beira do mar para se aquecerem, e foi quando o navegador Fernão de Magalhães avistou as fogueiras e deu o nome de Terra do Fogo.
Um dos lugares que não pode deixar de visitar é o famoso Museu Marítmo de Ushuaia que é na antiga prisão. É muito interessante toda a história da cidade e foi a partir desse presidio que deu inicio a povoação na cidade.

E é bem interessante também fazer um tour de ônibus pela cidade, passando pelos pontos turísticos e a área residencial.

Recomendo também fazer o passeio do Trem do Fim do Mundo pelo Parque Nacional da Terra do Fogo. Durante o trajeto é possível ter uma vista muito bonita, fazem uma parada para tirar fotos em uma mini cachoeira e durante todo o caminho conta a história de Ushuaia e do presidio, passando pelos lugares onde os presidiários trabalhavam. O bom desse passeio é que tem o áudio em português então é fácil entender toda a história.


Esse post faz parte do projeto “leitores no blog” onde cada um pode enviar sua história de viagem e aparecer por aqui. O post de hoje foi escrito pela Priscila Rosa, você pode encontrar ela no Instagram: @priscilarosarc

Portugal é eleito o melhor destino do mundo!

Pensando em um lugar novo pra visitar em 2018? Que tal Portugal ? 

Todos os anos a World Travel Awards elege um destino do mundo como o melhor do ano, e dessa vez foi nosso queridinho primo Portugal.

Não sei se você já visitou, eu ainda não tive a oportunidade, mas todos dizem que o país é super lindo. Cheio de lugares interessantes para visitar, um pôr do sol de tirar o fôlego, e claro, os melhores docinhos portugueses do mundo! O bacana de visitar Portugal é que se você está viajando pela primeira vez, o país fala a nossa língua e também tem um ótimo custo de vida. Ou seja, te mantém um pouco na zona de conforto! E se você mora em uma capital aqui no Brasil, existem voos diretos para Lisboa na faixa de R$2.500,00 ida e volta.

 

Portugal é o primeiro país europeu a conquistar este prêmio. Apesar disso, cidades como Londres e Paris já haviam recebido a distinção em anos anteriores. Lisboa também recebeu o prêmio de melhor destino de escapada urbana do mundo!

Eaí, te animou um pouco?
Um beijo!