Seis aplicativos para aprender Inglês

Vou te contar a verdade, achei que meu inglês era bom, mas quando pisei em terras americanas e vi o povo todo falando sem pausa eu fiquei “WTF? E agora?“. Minha família fala um pouco mais devagar comigo e eu acabo entendendo tudo, aprendo novas palavras e frases todos os dias, é ótimo! Mas ainda tenho muuuito que aprender, em breve vou começar meu curso de inglês aqui em Denver.

Enquanto meu curso não começa, estou estudando através de alguns aplicativos para celular. Trouxe a listinha pra vocês, são ótimos se você precisa viajar ou se só quer dar um up no english! :)

LinguaLeoM: Este app ensina inglês por meio de jogos, músicas, vídeos, artigos e piadas. Apesar de ser russo, sua versão para brasileiros conta com um dicionário com áudio para cada palavra. (Android e IOS)

Babbel: Perfeito para consulta de vocabulário. São Mais de 3.000 palavras com imagens e áudio. Também é possível treinar e avaliar a pronúncia. (Android e IOS)

Duolingo: Ja falei desse app MARA neste post aqui, ele permite estudar e fazer exercícios em até seis idiomas (português, espanhol, francês, alemão, italiano e inglês). (Android e IOS)

How to Say: O melhor dicionário ever! Falante que so ele, te ajuda a treinar pronúncia em até oito idiomas. (Android)

Na Ponta da Língua: Criado pela Reader’s Digest no Brasil funciona como tradutor e é perfeito para viagens internacionais. (IOS)

EF My Words: App gratuito da escola de inglês English Town ensina inglês e trabalha com uma metodologia que toma 5 minutos diários do seu tempo. (IOS e iPhone)

Todos os apps acima são gratuitos! Confesso que estão me ajudando muito.

Beijos

I’m Back!

Hello (no clima americano da vida)! Olha quem voltou pra alegria de voces e melhor, pra minha também! Juro, pensei em voces todos os dias e sentia muita vontade de postar no blog nesses ultimos 13 dias que passei off.

Mas so fiquei off por aqui, o instagram e facebook estão sendo movimentados diariamente para a alegria da familia e amigos no Brasil. Ai ai, meu BRA ja estou com saudade, mas não volto tão cedo! A experiencia aqui esta sendo maravilhosa. Não achei nadinha ainda que eu pense “que treco feio” ou “no Brasil isso funcionava melhor”. A unica coisa que ta me fazendo muita falta é o pãozinho frances quentinho com mumu. OMG!

Então, começando do começo, rs. Embarquei dia 09/06 com destino a NJ e NY. Foram 3 dias incriveis pra mim! Conheci muitas meninas legais durante o meu treinamento de au pair, algumas brasileiras, outras francesas, russas e uma alemã! Eu quero falar melhor sobre todas as etapas de au pair, quem sabe crio uma tag no blog pra quem se interessar pelo programa, vai ajudar muito! :)

General Images of Skylines and Buildings in Denver

Dia 12/06 sai de NJ com destino a Denver, CO. E aqui que estou morando e pretendo ficar por algum tempo ainda, eu simplesmente adorei tudo. Denver é a capital do Colorado, tem cerca de 3 milhões de pessoas e varias coisas pra se fazer. Desde programas relax como cinema, teatro, museus, até escaladas em montanhas, party 24h e o que mais sua mente permitir imaginar.

Mas, voces devem estar lendo o post e se perguntando “mas ela não foi pra trabalhar?” Sim minha gente, eu vim pra trabalhar.. mas so 45 horas por semana, todo o resto é meu tempo de folga e curtição por aqui! Hahaha. Mas falando sério, sobre o trabalho: Estou mega feliz! A minha host family é suuuper querida, atenciosa e amável. Deixaram eu me sentir em casa desde o primeiro dia. Me convidam para jantar a mesa com eles todos os dias, saímos para almoçar, andar pela vizinhança, fazer coisas de família mesmo. To amando!

Cuido de duas meninas, 10 horas por dia, 4 dias por semana! Uma vai fazer 4 anos em Agosto e a outra tem apenas 6 semanas. Ja amo como se fossem minhas irmãs, sao super fofinhas e queridas comigo!

Estou começando a fazer amigos agora, depois de uma semana aqui. A primeira semana passei muito tempo com a família para pegar a rotina, me aproximar, ter afinidade mesmo sabe?

Quem acompanha o blog no instagram (@cabidecolorido) ja viu que na semana passada fiz compras e quase zerei minha conta (mentira, mãe!). Logo faço post contando tudinho que comprei pra voces!

Beijos, fiquem bem!

(to usando teclado sem acento, desculpem).

See u Brasil, Hello Colorado!

É minha gente, o grande dia chegou! Falei durante a semana passada que tinha novidade vindo por aí e preciso contar que: Estou indo morar nos EUA!

tumblr_m3euoksxqh1rua4pso1_500_large

AI MEU DEUS MICHELLE COMO ASSIM!? É, bem loucura mesmo. Eu soube há um mês que iria viajar hoje (dia 09/06) e desde então tenho me preparado para o grande dia. Aconteceu tudo muito rápido e eu nem tive tempo de me programar para contar isso pra vocês com mais tempo. Desculpem por isso.

Eu estou indo morar em Denver, capital do Colorado. Meu intercâmbio é de trabalho, serei au pair (babá) de duas meninas lindíssimas e fofas, e irei morar com uma família Americana. Será mágico e perfeito conhecer pessoas diferentes, fazer novas amizades, conviver com o inglês 24 horas por dia e todas as coisas boas que uma nova experiência traz.

Eu espero mesmo, de coração, que consiga continuar escrevendo no blog. Vocês já sabem, Mônica, Anah e Cris já se despediram e eu estou só com os Bffs na segunda, quarta e domingo para me ajudar com os posts. É bem provavel que até eu me acostumar com a rotina e tudo mais, o blog fique um pouco abandonadinho, mas don’t worry, vou postar tudo no meu instagram pessoal e do Cabide Colorido! Me segue lá =)

Estou mega feliz, é algo que sempre sonhei vivenciar e a minha hora chegou!
Torçam por mim, espero trazer muitas novidades pra vocês! <3

Beijos,
ATÉ LOGO BRASIL!

Diferenças entre praia americana e brasileira

Hoje estamos em Rocky Neck State Park! Fica em East Lyme em Connecticut, e foi nomeado parque em 1931. Oferece local para picnics, pesca em água salgada e a praia.

foto 3

foto 5

Ir à praia em estados como CT é bem diferente. Apesar dessa àrea entre Old Lyme e Niantic(na costa leste) ser point de pessoas mais jovens; as diferenças entre Brasil e EUA são gritantes. Sabe aquela cervejinha gelada que você traz no cooler e coloca ali na areia? Aqui não pode não. Beber em público aqui é proibido, sendo considerados locais públicos: praias, ruas, estradas ou dentro do carro (mesmo se você for só o carona!). (In)felizmente aqui não tem jeitinho brasileiro de resolver as coisas não: os policiais fiscalizam os coolers na praia e te pedirão para despejar na areia toda bebiba alcoólica que você tiver, na frente deles.

Ah, falou em calor e verão (que está começando para nós), já dá vontade de sair para arrumar a mochila e correr para praia. Não pode faltar protetor solar, chinelo, aquele guarda sol e o bíquini deuso né?! Cuidado! Aqui fio dental só se usa entre 4 paredes. São pouquíssimas as mulheres que usam o famoso “cortininha” ou aquele biquíni cavadinho, e se estiverem usando pode apostar que é da América do Sul. Chato né mas, nós temos famas de sermos indecentes para os cidadães norte americanos.

Modelo brasileiro x Victoria Secrets

foto 1

Música na praia? Na na ni na não. Não pode e ninguém quer! Se você colocar uma musiquinha pode ser que te expulsem. Essa área do país tem várias comunidades brasileiras e é em muitos locais dominada por hispânicos, ainda sim prevalecem os costumes norte americanos. A praia é um completo silêncio.

foto 4

foto

A praia conta com uma área para acampar muito legal porém abre 8 da manhã e fecha 8 da noite. Do outro lado do parque, sem a praia você pode passar a noite acampando e só paga o estacionamento, que custa U$7 dólares. Vale muito a pena pois o local é lindo! E apesar das diferenças, viajar é aprender e vivenciar uma nova cultura, talvez eu até compre um biquíni mais comportado para me sentir parte do lugar.

Até a próxima!

Como tirar o visto americano?

O post de hoje não é Look do Dia porque a semana está bem corrida. Até o final dela vocês já vão saber o que está rolando. Só posso dizer que, tem a ver com viagem!

Quem acompanha o meu perfil (@mialvess) e o do CC (@cabidecolorido) no instagram, viu que na semana passada eu estava em SP. Fui lá tirar meu visto americano e resolvi fazer um post no blog explicando mais ou menos como funciona.

Todo visto americano que não seja imigrante é necessário tirar o DS-160. Visto não imigrante é aquele de estudo, J1 (trabalho) e turismo.

O primeiro passo é preencher o formulário do DS no site oficial do Consulado Americano: www.ceac.state.gov/genniv As perguntas estão todas em inglês, mas passando o mouse por cima delas é possível ver a tradução e explicação.

Ao fim de cada pagina, salve o que já tiver sido feito e guarde o número do Application ID para entrar novamente no formulário. Ao terminar o processo, imprima a página de confirmação.

Depois de preencher o DS e já com o seu número do Application em mãos, você precisa agendar uma entrevista no Consulado. Pode ser em SP ou no RJ. Para agendar, você deve se cadastrar no site www.usvisa-info.com/pt-br/selfservice/ss_country_welcome e seguir o passo a passo atentamente.

Se você estiver tirando o visto pela primeira vez, será necessário agendar um dia no CASV ( Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto). O agendamento é feito juntamente da entrevista. Separe pelo menos dois dias da sua semana para resolver isso, pois a ida ao CASV deve ser um dia antes da entrevista no Consulado. Escolha o CASV mais perto do seu hotel para ficar menos cansativo.

Marquei a minha entrevista há uma semana e no meio deste processo de agendar até ir pra SP precisei pagar a taxa do visto J1 (US$ 160). Confira taxas para outros vistos em http://usvisa-info.com/pt-BR/selfservice/us_fee_payment_options.

visto-americano-mialvess

Fui na quarta-feira passada as 13:50 no CASV de SP na Vila Mariana para recolher digitais e tirar uma foto. Foi bem tranquilo e eu só precisei levar o meu passaporte, número do DS, confirmação de agendamento e comprovante de que paguei a taxa. No CASV da Vila Mariana me deixaram entrar com mochila e celular desligado. Eles revistam tudo antes de entrar. Durou 20 minutinhos e eu já estava livre para zanzar por SP.

Na quinta-feira era minha entrevista no consulado às 08:50 da manhã. Uma quinta-feira feia e nublada. Entre garoas e ventinho frio estava o meu nervosismo e pensamento positivo de que tudo daria certo e eu sairia de lá com meu visto em mãos. É inevitável ficar nervosa. Você vai ficar nervoso na entrevista igual como você fica na primeira vez que apresenta um trabalho na escola, sabe?

Entrei no consulado exatamente as 8:20 da manhã (é bom chegar alguns minutos antes) com meu DS, passaporte e taxa sevis que precisei pagar por causa do meu tipo de visto. Entrei só com isso mesmo. No consulado não é permitido entrar com nenhum tipo de eletrônico, comida ou fones de ouvido. Deixei minha mochila em um guarda-volumes e paguei 10 reais por isso.

Passei por várias vistorias, filas, mais vistorias, detector de metais, até chegar na última etapa do processo que é uma sala enorme onde você espera sentada a moça te chamar pelo nome para a entrevista. Como meu visto é J1 (para trabalho) eu precisei fazer minha entrevista toda em inglês, o que me deixou muitoo mais nervosa. Mas resultado: depois de 1 hora em filas + 10 minutos esperando ser chamada + 2 minutos de entrevista (é bemm rapidinho mesmo) a moça do guichê respondeu: “Congratulations, your visa has been approved!”

Saí de lá dando pulinhos de felicidade e deixando algumas lágrimas boas caírem junto com a chuva!

Espero que tenha ajudado você que precisa tirar o visto!
Um segredinho, respira fundo e pensa em coisas boas, é batata! =)

Beijos