Resenha – A Culpa é das Estrelas

A adolescência (e começo da vida adulta) sem dúvidas é uma das fases mais conturbadas da vida de qualquer pessoa. Ainda mais difícil é passar por essa fase sendo uma criança com um câncer em fase terminal, e viver sem nenhuma certeza sobre o que o futuro reserva para você e para quem você ama. Hazel Grace leva essa vida, e em A Culpa é das Estrelas, temos um pouco da noção de como é difícil enfrentar tantas emoções.

Hazel Grace foi diagnosticada com um câncer em fase terminal, e seu tempo de vida é incerto, e nada promissor. Entre o tratamento e as suas aulas, é encorajada pela mãe a participar de um grupo de apoio para crianças na mesma situação. É nesse grupo que conhece Augustus, um garoto charmoso que se recupera de um câncer que levou uma de suas pernas. Os dois viram amigos e à medida que se conhecem descobrem que podem ser mais que isso. Começa ai uma história de amor e descobertas.

img_a-culpa-e-das-estrelas1

Apesar de todo o contexto ser de um romance adolescente, as atitudes do casal principal e o tema central mais pesado, tornam o conteúdo do livro bastante adulto e amadurecido, diferente de outras obras consideradas para “jovens”. A história é mais complexa e bem montada, e o final é emocionante e inesperado (se falar mais talvez eu estrague), e mostra uma Hazel amadurecida, apesar de tudo.

A culpa é das estrelas, livro de John Green, foi um dos livros de maior sucesso no ano passado, e continua esse caminho em 2014. Não é pra menos.

O livro fez tanto sucesso, que está previsto para Junho deste ano um filme contando a história de amor de Hazel e Augustos. Assiste o trailer, não tem como não se emocionar.

Até mais.

Descricao-fim-post-felipe

Comments

comments