Sabe aquelas receitas que lembram infância? Pra mim uma delas é a macarronese! Minha mãe sempre fazia esse prato fácil, rápido e muito gostoso, nos dias que estava muito atarefada e precisava de algo na mesa pro almoço.

Depois de ter esquecido dessa maravilha por algum tempo, hoje eu trouxe uma receita de macarronese vegana pra você fazer aí na sua casa e deixar todo mundo felizinho da vida.

Ingredientes:

250g de macarrão cozido
1/2 xícara de azeitonas verdes
1 cenoura ralada
1 lata de milho
1 xícara de pepino em conserva
1 xícara e meia de palmito em cubos

Creme:
100g de castanha de caju crua sem sal
Suco de 1/2 limão
Sal a gosto
1 colher de sobremesa de azeite

Modo de Preparo:

Cozinhe o macarrão sem sal, e reserve depois de pronto. Coloque as castanhas de caju para hidratar em 100ml de água quente, por 10 minutos. Após esse tempo triture as castanhas com metade da água e adicione os outros ingredientes: limão, sal e azeite. Bate tudo no liquidificador, processador ou mixer, até ficar com uma textura homogênea e cremosa. Se você achar necessário adicione mais azeite ou água para deixar mais cremoso, ou então sal e limão para variar o sabor. Reserve a maionese e volte para o macarrão.

Em um bowl grande adicione o macarrão cozido sem água e em temperatura ambiente, as azeitonas, o milho, cenoura ralada, pepino em conserva picadinho e o palmito (lembrando que você pode adicionar ou tirar qualquer um dos ingredientes). Mexa bem até deixar o macarrão bem colorido e por fim, despeje toda a maionese que fizemos no começo da receita. Misture bem e está pronto!

Abaixo você pode conferir o vídeo completo com o passo a passo da receita:

Um beijo, até mais!

Nest post aqui eu contei um pouco sobre como funciona o St Christopher’s Inn, uma rede de hostels incríveis pela Europa. E hoje quero falar pra vocês como foi minha experiência no hostel deles em Edimburgo, na Escócia.

Começando pela cidade, que é maravilhosa e simmmm, você que está planejando viajar para a Europa, precisa visitar. Tem vlog mostrando tudo que eu mais amei fazer naquela cidade, lá no canal do Youtube. LINK AQUI. 

O hostel St Christopher’s Edinburgh está localizado no centro da capital escocesa, ao lado da estação Waverley (que é a principal), pertinho da Princess Street (que conta com muitas lojas grandes, pubs e restaurantes) e a poucos minutos a pé da Royal Mile e do Castelo de Edimburgo.

É o lugar perfeito para você que tem pouco tempo na cidade e quer fazer tudo a pé. Além disso, é oferecido um café da manhã delicinha todas as manhãs (das 07:00 as 10:00), Wi-Fi gratuito e um monte de extras gratuitos que você recebe quando faz sua reserva através do app deles.

No térreo, ao lado da recepção, você encontrará o bar e o restaurante de Belushi’s onde você, hóspede, receberá 25% de desconto em todos os pratos no menu. O Belushi’s é o lugar perfeito para conhecer pessoas do mundo todo. Viajantes que estão na mesma situação que você, ou então até os atendentes, que em grande maioria são viajantes e estão ali por pouco tempo. O bar conta com música ao vivo (no dia que fui lá, tocou até Britney acústico), noites de karaokê, dj’s, cervejas deliciosas e drinks.

Eu e a Bruna ficamos em um quarto só nosso, com cama de casal e banheiro particular, e foi maravilhoso. Pagamos 25 euros por diária (para as duas pessoas), e achei bastante justo. Economizamos no café da manhã (que é gratuito) e o wi-fi funcionou super bem. Além disso, hóspedes tem desconto em drinks e cervejas! As diárias começam em 9.80 euros por dia. Nada mal, não é?

Se quiser saber mais sobre o St Christopher’s Inn Edinburgh, clique aqui.

Espero que tenha gostado, qualquer dúvida deixe nos comentários abaixo!

Até a próxima!

O final do mês me inspirou pra escrever o post da semana. E vim trazer a lista que o Hypeness fez dos 10 destinos mais baratos para mochilar! Eu nunca mochilei, mas tá na lista das coisas para fazer antes dos 30.

Um dos lugares mais conhecidos por não ser muito caro é a Ásia. Uma das cidades famosas por possuir menor custo é a Katmandu, capital do Nepal. E pasmem, a moeda do país vale US$0,01.

Abaixo, segua a lista:

1 . Tailândia 

A Tailândia é definitivamente o destino ideal para mochileiros universitários que procuram um lugar com uma cultura rica e localização acessível, além da culinária exótica. Entre comida e hospedagem você gasta em torno de US$ 20 por dia.

2 . Nepal

Rico em cultura asiática clássica e natureza tropical, o Trekking na zona rural subdesenvolvida é um dos pontos mais chamativos do Nepal. Além disso, tem templos sagrados maravilhosos. Uma rúpia nepalesa vale aproximadamente US$ 0,01.

3 . Índia

Mochilar na Índia é fácil e barato. A desigualdade de rendimentos faz com que a moeda seja baixa, onde uma rúpia equivale cerca de US$ 0,02.

4 . Sri Lanka

Colombo, a capital comercial do Sri Lana, é a cidade mais popular para se visitar. Grande e impressionantes estátuas se destacam entre as atrações turísticas. Melhor que isso é a moeda local, pois uma rúpia do Sri-Lanka em torno de US$ 0,01.

5 . Indonésia

Lindas praias, selvas e elefantes são o que mais chamam a atenção no país. Além disso, você pode praticar Yoga, surf, mergulho e pesca nos cristalinos mares verdes. Com US$ 1 você consegue 11 mil rúpias indonésias.

6 . Nicarágua

Entre Granada, com seus edifícios coloniais, e Laguna de Apoyo, um lago vulcânico na cidade chamada Masaya, a diversidade é o ponto alto do país. Os melhores meses para se viajar é entre dezembro e fevereiro.

7 . Peru

Destino típico de mochileiros, Peru reserva muitos encantos, que vão além das trilhas para Machu Picchu. Lima é uma cidade completa, com praia e metrópole, e uma road trip pelo país também é uma boa pedida.

8 . Turquia

Paisagens espetaculares, pouco gasto para comer e portas abertas para entrar são o ponto forte da Turquia, que possui a mistura perfeita entre as culturas ocidental e oriental.

9 . Albânia

Se a Itália e Grécia são muito caras para você viajar , a Albânia é uma boa alternativa. Com ricos patrimônios arquitetônicos e culturais, o destaque é ir até Monte Dajti para se ter vista uma fantástica. Dhermi ou Jala Beach agrada os que preferem praia e sol.

10 . Costa Rica

Cercada de vulcões, parques nacionais, animais selvagens, lagos puros, mar azul e praias douradas, o Caribe pode oferecer um custo relativamente baixo, e nisso a Costa Rica se encaixa às suas expectativas econômicas. Não esqueça jamais da roupa de banho, pois além de praias, essa cidade tem muitas cachoeiras, poços naturais e fontes termais naturais.

Fonte: Hypeness

Vocês já mochilaram por aí? Conta pra gente a experiência de vocês!

Uma torta salgada deliciosa para ninguém colocar defeito!

Estava eu zanzando na internet quando me deparei com essa torta incrível de palmito, e o mais interessante: a massinha dela é feita com grão de bico! Genial <3 Muito menos calórica do que aquelas massinhas feitas de farinha. Confira abaixo os ingredientes e o modo de preparo e depois me conta se você testar essa receita em casa.

Ingredientes para a massa:

– 2 xícaras de grão de bico cozido
– 2 colheres de sopa de óleo vegetal
– 1 colher de chá de sal

Ingredientes para o recheio:

– 1 vidro de palmito em conserva
– ¼ xícara de azeitonas picadas
– 1 cebola grande picada
– 2 dentes de alho picados
– 3 colheres de extrato de tomate
– 2 colheres de sobremesa de amido de milho
– sal e pimenta a gosto
– tomate cereja para decorar

Modo de preparo:

Em um processador ou mixer, bata todos os ingredientes da massa até formar uma pasta grossa e homogênea. Se necessário, acrescente um pouco de água (1/4 de xícara) para ajudar o processador a triturar. Unte uma forma de fundo removível de aproximadamente 25cm e forre o fundo e a lateral. Leve ao forno pré-aquecido a 20°C por 10 minutos. Enquanto a massa estiver assando, prepare o recheio.

Em uma panela grande, refogue a cebola no óleo até ficar translúcida e acrescente o alho. Na sequência, adicione o palmito picado e as azeitonas, misture bem e agregue o extrato de tomate. Deixe cozinhar um pouco e adicione o amido de milho. Mexa bem até atingir um recheio cremoso. Acerte o sal e a pimenta e desligue. Transfira o recheio para a massa já assada. Espalhe bem e finalize com tomatinhos laminados, em seguida leve ao forno a 200° por cerca de 20 minutos ou até as bordas da massa ficarem douradas e os tomates murcharem.

Delicioso, né?

Vamos combinar, a vida não está fácil para ninguém e um dinheirinho em nossa vida sempre faz bem. Hoje nós do Seven List listamos 7 formas de ganhar dinheiro.
Sempre há um motivo pelo qual a grana está curta, as contas aumentaram, você perdeu o emprego, mudou de país e ainda não se estabilizou, é muito novo para ter um trabalho fixo, ou até mesmo está tudo certo na sua vida financeira, mas você precisa de uma renda extra por qualquer motivo.
O que fazer quando isso acontece? O que não vale mesmo é ficar parado. A vida é boa para quem vai a luta, dinheiro não é chuva para cair do céu, e infelizmente ele é essencial para realizarmos a maioria de nossos objetivos.
Pensando nisso, nós listamos 7 formas de ganhar dinheiro, arregasse as mangas e GO!
 
Ter dinheiro guardado para fazer o que gosta é sempre bom, não é? Veja nossa outra lista com  7 formas de economizar dinheiro para viajar.
Lembrando: estamos aqui no Cabide Colorido todas as terças-feiras, trazendo infográficos super legais com conteúdos bem bacanas. E se você quer ficar por dentro de todas as novidades que rolam por aqui, não se esqueça de seguir o Cabide Colorido nas redes sociais e claro, aproveite também para conhecer mais sobre o Seven List.
Um beijo e até terça que vem!