Pensando em um lugar novo pra visitar em 2018? Que tal Portugal ? 

Todos os anos a World Travel Awards elege um destino do mundo como o melhor do ano, e dessa vez foi nosso queridinho primo Portugal.

Não sei se você já visitou, eu ainda não tive a oportunidade, mas todos dizem que o país é super lindo. Cheio de lugares interessantes para visitar, um pôr do sol de tirar o fôlego, e claro, os melhores docinhos portugueses do mundo! O bacana de visitar Portugal é que se você está viajando pela primeira vez, o país fala a nossa língua e também tem um ótimo custo de vida. Ou seja, te mantém um pouco na zona de conforto! E se você mora em uma capital aqui no Brasil, existem voos diretos para Lisboa na faixa de R$2.500,00 ida e volta.

 

Portugal é o primeiro país europeu a conquistar este prêmio. Apesar disso, cidades como Londres e Paris já haviam recebido a distinção em anos anteriores. Lisboa também recebeu o prêmio de melhor destino de escapada urbana do mundo!

Eaí, te animou um pouco?
Um beijo!

Imagine um lugar onde a natureza te cerca de forma única, te faz sentir parte do todo através de sensações que eu particularmente, considero mágicas. 

É o cheiro do ar, que carrega um misto de frescor do mato e a umidade da floresta. É a textura da água do rio, que quando toca sua pele, assim quentinha, inunda o corpo todo numa sensação de bem estar. É a brisa leve da praia e as ondas fracas do rio, que por sinal também tem um som que só ele sabe fazer (assim como o mar). As vezes esverdeado, às vezes azulado, em outras um pouco marrom. E quando cai uma tempestade – coisa típica da região – ele ganha uma cor negra. Sólida. Imponente!

As cores mudam o tempo todo e a qualquer momento pode estar vindo uma surpresa.

Estou em Alter do Chão, vila de pescadores que se desenvolveu ao longos dos anos na cidade de Santarém, no Pará – lugar onde eu nasci e me criei. Aqui, não muito distante, você vai encontrar alguns dos melhores lugares do mundo!

Outro dia, tomei banho de Igarapé nua. (Igarapés são pequenos riachos dentro da floresta, eles não são como açudes ou lagos parados. Têm correnteza, se originam de uma fonte e as águas são quase sempre cristalinas). A trilha pra chegada ao riacho é a coisa mais incrível, com suas árvores de raízes protuberantes, cipós e o som das diversas aves que habitam a região. Tem arara, tucano, pica-pau, bicho preguiça e macaquinhos. A água geladinha me fez arrepiar assim que entrei, mas minutos depois aquela mesma água estava uma delícia e eu desfrutava de uma das minhas melhores experiências de liberdade! Respirava fundo fechando e abrindo os olhos para aquele teto de folhas, tantas variações delas… Não há como não se enfeitiçar sentindo toda essa energia.

Também preciso mencionar sobre os espetáculos do amanhecer e do pôr do sol, diariamente aqui exibidos! As casinhas rústicas ao longo da vila… O carimbó (dança típica da região, oriunda dos indígenas) que eu duvido você não querer se mexer ao som daqueles tambores. As comidas típicas elaboradas especialmente com frutos da floresta: Buriti, cupuaçu, cacau, macaxeira, tucupi, jambú!

Aqui a natureza é a atração turística.  E pra mim, não poderia haver melhor tipo de viagem!

Estranho dizer que voltando aqui depois de alguns anos eu me deparo com uma cidade diferente, enquanto que nada mudou. Na verdade eu mudei, e voltar aqui em outra perspectiva me faz enxergar tudo diferente!

Sempre fui aquela garota que sonhava desbravar o mundo e não podia perder um segundo sequer da vida que não fosse explorando as coisas do mundo a fora. Depois de uma breve experiência nos Estados Unidos, posso dizer que a nossa casa, cultura, costumes carregam o mesmo teor de importância no repertório que preenche a nossa vida. A gente tá sempre aprendendo.

Então caro leitor, se você também é viciada(o) em viajar, anota aí na lista de destinos: Santarém do Pará. Uma experiência incrível, com o ecossistema mais rico do mundo em diversidade na fauna e na flora. Amazônia, sim. Brasil é um paraíso em lugares lindos!


Esse post faz parte do projeto “leitores no blog” onde cada um pode enviar sua história de viagem e aparecer por aqui. O post de hoje foi escrito pela Fabiana Maia, você pode acompanhar ela no instagram @fabianamaiah

Mano do céu, eu não to conseguindo aguentar a emoção depois de ver o Line Up do Lollapalooza do ano que vem. Antes de continuar o post, só da uma olhada:

ctctcucwyaapmyr

É muita, mas muita banda/cantor junto! Eu nunca fui no Lolla porque sempre achava que o line up poderia ser melhor, sabe!? Era sempre só 1 ou 2 bandas do line up inteiro que eu realmente gostava, mas dessa vez não: são muitas! E tem mais: tem uma banda/cantor que tá com uma tarja branca ali no poster, viu!? Pois é, será divulgado só no dia 16 de Outubro. ENTÃO PREPARA QUE VEM MAIS POR AÍ!

O passaporte pros dois dias tá R$460,00 pros estudantes ou R$ 920,00 inteira, o que aparentemente é bem caro né!? Mas pensa que são várias bandas, 2 dias, e se você assistisse a um show separado de cada uma delas, pagaria no mínimo R$100,00 em cada! Então…. VAMO NESSA!

A sexta edição brasileira do evento vai acontecer em 25 e 26 de março no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Ainda não foram divulgados os dias em que cada artista se apresenta. Neste ano, o público não receberá um ingresso físico para participar do festival, mas uma pulseira com tecnologia RFID, que também será usada para compra de alimentos e bebidas, entre outros serviços. Elas serão distribuídas a partir do dia 25 de fevereiro de 2017. (FONTE: G1) 

Sim, eu vou , eu quero muito, eu preciso ir! Comentei no twitter que eu vou, nem que eu tenha que deixar de pagar a mensalidade da faculdade por um mês. Hahaha

As bandas que eu tô mais ansiosa pra assistir são:  The XX, Chainsmokers, Flume, Two Door Cinema Club, Tove Lo, Cage The Elephant, MØ, Glass Animals, Tegan and Sara e Vance Joy! Mas claro, tem muitas outras na lista que eu ouço e gosto muito também =)

E vocês tão afim de ir pro Lolla também? Quem vocês mais curtiram da lista do Line up? Conta nos comentários!

Um beijo, amo vocês!

Hmmmm com tanta abóbora dando sopa por aqui nos EUA (já que é época de Outono e foi Halloween no sábado) eu resolvi fazer Camarão na Moranga pros meus hosts! Eles nunca tinham experimentado e A-DO-RA-RAM!

Trouxe a receita pro blog e se eu consegui fazer, você também consegue! Ótima pedida pro final de semana já que a preparação demora um pouco mais do que o comum.

receita-camarão-na-moranga

Ingredientes

1 kg de camarão médio
4 colheres (sopa) de azeite
2 dentes de alho
1 cebola
5 tomates sem sementes
Sal e pimenta do reino a gosto
1 lata de creme de leite sem soro
300 g de requeijão cremoso
1 moranga
cheiro verde a gosto

Modo de Preparo

Retire a tampa da moranga e a seguir, as sementes. Enrole ela em papel alumínio e leve ao forno por 45 minutos (180 graus). Reserve. Em uma panela, aqueça o azeite e refogue o alho e a cebola, junte o camarão e deixe cozinhar por 5 minutos. Junte os tomates picados, a pimenta, o sal e 3 colheres (sopa) de catchup (opcional). Desligue o fogo e acrescente o creme de leite e o cheiro verde, misture bem. Por último adicione o requeijão! Quando a abóbora estiver morna coloque todo o creme dentro dela e sirva! O gostoso é pegar o creme com pedaços da abóbora cozida, hmmmm!

Se vocês fizerem em casa me deixe saber usando a hashtag #cabidecolorido

Um beijo, amo vocês!

Eu já fiz um vídeo falando sobre isso, e você pode assisti-lo aqui:

Mas, voltei com esse assunto para tirar a dúvida de muitas meninas a respeito de dirigir nos EUA.

Primeiramente que, quando você vem aos EUA como Turista para passar só alguns dias você não precisa tirar a Permissão Internacional para Dirigir (PID) pode usar a sua carteira permanente do Brasil mesmo.

Agora, quando você vem morar, seja como Au Pair ou Estudante, você precisa tirar a PID na polícia da sua cidade e trazê-la junto de você. A PID vale por 3 meses aqui nos EUA, ou seja, após isso precisará tirar a Drive License, a carteira de motorista do Estado onde você está morando.

Aqui nos EUA cada Estado tem suas próprias leis, o que pode valer pra um, talvez não vale pra outro, mas o negócio é o seguinte: Algumas regrinhas são senso comum e iguais para todos! Trouxe alguma delas para vocês ficarem ligadas:

1. Virar à direita quando o semáforo estiver vermelho

virar_direita_sinal_fechado

Sim, dá pra furar o sinal vermelho. hahaha Pera, tem uma regra pra isso: se o semáforo está fechado, você sempre poderá virar à direita mesmo assim! A não ser, claro, que exista uma placa “NO TURN ON RED”, caso contrário, se você fica parado, pessoas certamente buzinarão muito. É uma maneira bem fácil que encontraram para deixar o trânsito menos congestionado. Afinal, se você não seguirá a via em sentido reto, virar à direita não atrapalhará ninguém!

2. Parada obrigatória para o School Bus

todos_param_onibus_escolar

Meu sonho ainda é entrar nesses ônibus amarelinhos <3 Tão filme! Esses ônibus funcionam só para os alunos das escolas públicas, ele tem um ponto certo para parar dentro das vizinhanças e tudo mais.. Só que, você precisa parar obrigatóriamente quando ver um deles. Nos EUA, quando um school bus para, a fim de uma criança descer, uma plaquinha de STOP abre na lateral do bus e todos os carros são obrigados a parar, inclusive no sentido contrário. Isso garante que a criança possa atravessar a rua com segurança e todos respeitam! Se você não parar, vai ganhar uma multa daquelas.

3. Você é o Frentista

frentista-eua-cabide-colorido

Tanto para quem mora aqui ou quem vem turistar, é fato que alugar carro nos EUA é muito mais barato que no Brasil. Muitas vezes alugar um carro chega a ser mais barato que comprar uma passagem de ônibus de uma cidade pra outra,fora que, é muito mais confortável. Mas uma coisa que você precisa saber é que aqui você mesmo que abastece o carro. Não tem frentista, ou seja, você abre o seu tanque, seleciona a gasolina, paga com cartão na máquina ou entra na loja de conveniência, avisa quanto irá colocar de dinheiro no carro e diz qual é a bomba que você está, aí o cara da loja de conveniencia te libera a bomba, você volta e coloca a gasolina. Parece difícil, mas na verdade é bem fácil!

4. Se liga no Speed Limit

road-sign-speed-6749795-o

Speed Limit é o limite de velocidade que você pode andar. Essa placa sempre indicará até quanto você pode correr naquela pista e o máximo que você pode ultrapassar sem ganhar multa é 5 milhas. Ou seja, se o speed limit é 55 você pode ir até 60. Acima disso a multa é bem grandona.

Tem policiais por todos os cantos e em algumas pistas rápidas tem até os pardais, que tiram a foto do carro caso você ultrapassou o limite.
Lembrando que nos EUA a velocidade é medida por Milhas e não KM.

5. STOP é STOP

stop-sign

No Brasil temos a placa de PARE assim como os EUA tem a de STOP. A diferença está que: No Brasil você não para totalmente todas as vezes que passa por uma placa dessa. Você costuma só dar uma olhadinha e segue. Nos EUA não tem essa, você é obrigado parar nas placas de STOP e pelo menos contar até 2. Sim! Se a polícia vê que você não parou, é multa na certa.

E sim, parar mesmo que seja de madrugada, ninguém na rua, não importa, tem que parar em todos os Stops signs.

Bom, essas foram 5 dicas básicas e importantes sobre dirigir nos EUA e as Regras.

Espero que tenha sido útil pra vocês! Me deixa um comentário <3

Um beijo, amo vocês.