Tic Tac

Tic, tac. Onomatopeia mais clichê seria impossível. Esse tantinho de letras mal colocadas lado a lado e divididas por uma vírgula significam algo imensuravelmente mensurável. O tempo.

Segundos que parecem minutos. Minutos que mais parecem segundos. O “tic, tac” é o mesmo, mas a sua frequência é alterada conforme nossos batimentos cardíacos. Digamos que é uma partícula invisível que molda o nosso redor. Dias vem e vão, a chuva cai lá fora e com outro “tic” um bolo sai quentinho do forno. Queremos que passe logo e que se alongue o máximo possível. Mesmo não querendo ser perturbados por ele, nos momentos em que não é preciso se preocupar com o tempo, indiretamente também somos. Afinal, que horas são?

Tudo isso para lembrá-las que durante essa semana o Cabide Colorido completa um aninho de muitas lindezas! Passou voando, e ao mesmo tempo, cada milésimo foi intensamente pensado com muito carinho de nós, para vocês. :)

Vida longa ao Cabide! :)

Cris

Comments

comments